TURISMO-SA
City Break Facebook Instagram Twitter Youtube
GASTRONOMIA

Queijo Serra da Estrela: um manjar português totalmente artesanal




Queijo da Serra da Estrela - Crédito: Divulgação Turismo do Centro

Descubra a origem de uma das iguarias mais saboreadas do país

Ao visitar Portugal, o turista irá descobrir que as riquezas gastronômicas vão muito além do tradicional bacalhau ou do ilustre pastel de nata. Prova disso é o famoso queijo da Serra da Estrela, uma verdadeira iguaria portuguesa produzida de forma totalmente artesanal. Seu exterior é uma casca de consistência mais dura e o interior é derretido e apetitoso. O sabor rústico e com um toque acidulado conquista a todos.


Cântaro Magro, na Serra da Estrela - Crédito: Divulgação Turismo do Centro

Localizada no Centro de Portugal, a Serra da Estrela é uma região montanhosa onde vivem as famílias que criam as ovelhas da raça Borbaleira. O leite desses animais é a matéria-prima para a produção do queijo, que começou no século 16. Seu grande diferencial está no tradicional processo de elaboração da coalhada, feita artesanalmente com flor do cardo, uma planta natural das terras mediterrâneas utilizada como coagulante para fazer os queijos. O processo inteiro é longo e cuidadoso, feito entre os meses de maio e novembro.


Rebanho de ovelhas da raça bordaleira na Serra da Estrela, Centro de Portugal - Crédito: Divulgação Turismo do Centro

A cidade de Celorico da Beira é considerada a capital do queijo da serra. Nela, é possível adquirir este manjar, incluindo suas variações de qualidades. Para conhecer melhor a história desse produto, o Museu do Agricultor e do Queijo oferece atividades que mostram o método de confecção do início ao fim. E se quiser saborear a iguaria, não deixe de conhecer também o Solar do Queijo da Serra, no edifício Paços do Concelho.


Vale Glaciar de Loringa Índice, na Serra da Estrela - Crédito: Divulgação Turismo do Centro


Vale Glaciar do Zêzere, na Serra da Estrela - Crédito: Divulgação Turismo do Centro

O queijo da Serra da Estrela é um produto de origem protegida, ou seja, que só pode ser produzido onde foi criado. Porém, isso não quer dizer que as opções de lugares para comprá-lo sejam limitadas. Cidades como Fornos de Algodres, Gouveia, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia são apenas alguns exemplos de onde é possível saborear este incrível e saboroso item da gastronomia portuguesa.

Saiba mais: www.centerofportugal.com

Fonte: Assessoria de Imprensa

Postado por Angela Karam - 25/10/2017 às 15:26





Leia mais sobre Gastronomia - Página inicial